Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Estradão: o papel "social" da Sabesp

Em reunião realizada pela Comissão de Habitação da Câmara Municipal de Santos, ontem à noite, no Conjunto Habitacional Estradão (Zona Noroeste), o gerente regional da CDHU fez uma declaração surpreendente: a Sabesp, outra empresa estadual, não cumpriu o acordo para instalação de hidrometros individualizados, no núcleo.
A instalação destes equipamentos é fundamental para garantir a redução do consumo do precioso líquido e a sustentabilidade econômica das famílias de baixa renda que lá habitam.
Mas a Sabesp não quer entrar no conjunto para medir o consumo e exige a instalação de caros equipamentos eletrônicos, para medição remota.
Esta exigência vem atrasando a medição individual e onerando por demais as famílias pobres.
Segundo o gerente, há meses, a CDHU fez um acordo com a Sabesp, para dividir os custos dos medidores, mas a Sabesp roeu a corda e obrigou a CDHU gastar mais que o previsto. O resultado do impasse é que a medição individual só deve ser iniciada em abril. Enquanto isso, a conta d'água vai continuar salgada para os moradores.
Esta é a visão "social" da Sabesp, empresa para a qual o Prefeito quer entregar o nosso saneamento por 60 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário