Pesquisar este blog

domingo, 30 de outubro de 2011

Apertamento$$$

A reportagem publicada na página C3, da edição de hoje de A Tribuna, intitulada "Imóvel de alto padrão fica menor para caber no bolso", revela a verdadeira arapuca armada por algumas incorporadoras que atuam em Santos. Tendo percebido a desaceleração do mercado para imóveis de alto padrão, decidiram fazer uma "lipo" nas plantas das unidades habitacionais, para fazê-las caber nos bolsos de jovens casais e outros consumidores desavisados.
Segundo a matéria, unidades de 47 ou 70 metros quadrados estariam sendo vendidas por preços que variam de 372 a 623 mil reais, ou seja, cerca de 8 mil reais por metro quadrado. Ora, no início do ano fiz uma pesquisa em alguns plantões de venda, em Santos, e constatei que o valor do metro quadrado de lançamentos residenciais girava entre 5 e 6 mil reais.
Portanto, a estratégia das incorporadoras citadas na matéria é esfolar os distraídos, pois somente aqueles pouco observadores podem cair numa armadilha dessas, adquirindo imóveis com dimensões exíguas, ainda que com disponibilidade de uma miríade de serviços (pagos evidentemente).
Ou seja, a estratégia dessas empresas em nada refresca o processo de elitização da moradia em curso na cidade. Ao contrário, se considerarmos o valor do metro quadrado, creio que este processo está sendo agravado, a despeito da duvidosa qualidade de vida ofertada, ou melhor, apertada.

Um comentário:

  1. Parece que a situação está ruim mesmo, nesse final de semana uma dessas incorporadoras ligou para a minha residência, se eu desejo comprar um apartamento.

    ResponderExcluir