Pesquisar este blog

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Mobilidade na Baixada: dicurso e prática

Dois eventos, nesta semana, demonstram a larga diferença entre o discurso e a prática adotada por autoridades estaduais, quando o tema é a mobilidade urbana na Baixada Santista.
O discurso, fica por conta de evento realizado na última segunda-feira, dia 12, na Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santos, quando o projeto do túnel de ligação entre Santos e Guarujá, proposto pelo estado, foi discutido pela enésima vez, com a contribuição de técnicos e representantes do governo estadual. Novamente, a questão dos impactos urbanos que seriam provocados pelo projeto passou ao largo, o que é lamentável.
Por outro lado, a prática ficou por conta da vinda a região, do governado Alckmin, ontem, para inaugurar a ampliação e reforma do sistema de atracadouros das balsas, entre Santos e Guarujá, que custou 30 milhões de reais.
Mais uma vez, uma campanha eleitoral se avizinha, e novamente as lendas urbanas plantadas pelo governo paulista são utilizadas para cacifar seus candidatos de preferência. Enquanto isso, de concreto mesmo, ficamos com o velho e renovado ferryboat, já criticado pelo urbanista Prestes Maia, na década de 1940.
Resta saber se mais uma vez a população da região vai chancelar a enrolação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário