Pesquisar este blog

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Santos: os prós e os contras das passagens em nível no Campo Grande

A anunciada construção de passagens em nível, ligando a rua Visconde de Cairú à rua Paraíba, e a rua Visconde de Farias à rua Rio Grande do Norte, entre os bairros Campo Grande e Pompéia, realiza um antigo sonho dos motoristas moradores desta área, que até hoje só tinham os canais 1 e 2 como alternativa de ligação entre os bairros.
Esta limitação viária é vista, inclusive como um fator de segregação socioespacial, pois influencia na valorização imobiliária dos bairros. Portanto, ao informar a realização de obras, que serão realizadas em breve, sobre a avenida General Francisco Glicério, para viabilizar esta ligação, certamente a Prefeitura estará agradando muita gente que reside nestas quadras do miolo do Campo Grande.
Contudo, é meu dever de ofício apontar alguns aspectos, para os quais espero que a municipalidade esteja atentando. Os principais são, certamente, o aumento do fluxo viário no interior dos dois bairros e a valorização imobiliária desta área do Campo Grande.
Se não forem adotadas medidas mitigadoras, haverá substancial "invasão" de veículos nas ruas mais locais desta área, com evidentes prejuízos à segurança de pedestres e ao sossego público.
Da mesma forma, é necessário monitorar as previsíveis alterações no uso do solo, que certamente irão acontecer, junto com a consequente valorização imobiliária, que poderá reduzir a densidade demográfica em locais próximos ao futuro VLT (será?), o que é indesejável.
Portanto, deixo no ar um alerta, para que estas questões sejam bem avaliadas, e que as medidas necessárias sejam devidamente adotadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário