Pesquisar este blog

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Secretaria de Estado do Meio Ambiente divulga Painel de Qualidade Ambiental

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente divulgou a edição 2011 do Painel de Qualidade Ambiental.
Pelo terceiro ano consecutivo, o estudo, que pode ser baixado aqui, traz a situação da gestão ambiental paulista.
Para produzir este trabalho, foram avaliados 21 indicadores básicos que apresentam um panorama abrangente da evolução da qualidade ambiental no Estado. Por meio destes indicadores, são abordados os principais temas em que a política de gestão ambiental pode ser decomposta: qualidade do ar, qualidade da água, saneamento ambiental, contaminação do solo, biodiversidade, mudanças climáticas, economia verde, agenda ambiental descentralizada e fiscalização ambiental.
Conforme o documento, além de apresentar uma visão da gestão paulista, "as expectativas e metas estabelecidas para cada indicador permitem visualizar tendências, balizando a elaboração de novas políticas públicas que orientem e direcionem o Estado de São Paulo rumo a um desenvolvimento social, econômico e ambiental mais equilibrado".
Os resultados apresentados neste estudo, mostram que a situação ambiental dos municípios da Baiada Santista é preocupante. Indicadores como os de coleta e tratamento de esgoto doméstico, e de qualidade de água para proteção de vida aquática colocam a região em posição bem desconfortável, demonstrando ter havido retrocesso na gestão ambiental de seus municípios, de modo geral.
O estudo merece ser lido com muita atenção, pois a luz vermelha está acesa para a Baixada, em termos ambientais. E é evidente que esta situação está ligada diretamente às condições de saúde da população, que comparativamente ao restante do estado também não é boa. Só não vê quem não quer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário