Pesquisar este blog

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Copa: Baixada Santista fica de fora do roteiro de "produtos" do Ministério do Turismo

Sempre achei estranha esta maneira dos turismólogos se referirem a locais, cidades e regiões de modo geral: "produtos".
Mas, vá lá, admitamos que é um bom negócio para os municípios da Baixada Santista fazerem parte do roteiro de "produtos" e destinos turísticos", definidos pelo Ministério do Turismo, para quem estiver em alguma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de Futebol de 2014.
Pois bem, segundo o ministério, a Baixada Santista não faz parte da lista dos 88 “produtos” turísticos distribuídos em 184 destinos brasileiros, “com enfoque nos segmentos sol e praia, negócios, cultura, aventura, gastronomia e ecoturismo, entre outros” (ver quadro acima).
Conforme anunciou a pasta, os tais “produtos” estão distribuídos em cidades localizadas até três horas de carro das cidades-sede da Copa, ou até duas horas de viagem de avião, critério que enquadraria todas as cidades da região.
O ministério estima que os investimentos para promoção desses destinos, em 2011 e neste ano, deverão somar cerca de R$ 300 milhões e os municípios selecionados, segundo o ministério, terão preferência na destinação de recursos e no destaque da promoção oficial.
Embora nosso secretário estadual de turismo, Márcio França, seja da região, parece que a copa para ele começou com uma “caneta”, que no jargão futebolístico é aquele clássico drible por entre as pernas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário