Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Urbanismo em benefício de quem precisa: o caso West Plaza

Acerca do post anterior, em especial do caso mencionado em outro post que citei, gostaria de comentar a "operação interligada" que resultou na construção da passarela do shopping West Plaza, em São Paulo, na época da Prefeita Luiza Erundina (então do PT).
No post de agosto de 2011, informei que nesta operação a Prefeitura permutou a permissão da construção da passarela que une as duas partes do shopping por 700 moradias populares. Contudo, foram 810 unidades, que equivaleriam a 7,3 milhões de dólares.
Na verdade, o uso de instrumentos urbanísticos do tipo "operação interligada" varia conforme a orientação política do governo de plantão. No caso do governo de Luiza, apoiado numa coligação de esquerda, a operação citada foi direcionada para os que mais precisavam de moradia. Ou seja, tirava-se dos ricos para dar aos pobres, dentro da lei e de forma transparente.
Já no governo Jânio Quadros, as operações interligadas resultaram na remoção pura e simples das favelas junto à ponte Cidade Jardim e "JK", no Itaim Bibi. Neste caso, os interesses dos proprietários de terras sobrepujou o direito à moradia digna dos mais pobres.
Portanto, resta saber quais interesses serão atendidos quando a Ponte dos Gemidos atravessar a Rua Guaiaó.

Nenhum comentário:

Postar um comentário