Pesquisar este blog

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Ampliação do potencial construtivo da Faria Lima agravará o trânsito de São Paulo


Do CenárioMT.com.br

Kassab libera mais prédios na Faria Lima

Prefeito autoriza a venda de 452 mil m2 para o mercado imobiliário.
Publicado Segunda-Feira, 23 de Abril de 2012, às 08:41 | Band / Do Metro SP

A já adensada região da avenida Brigadeiro Faria Lima, no Itaim, na zona sul de São Paulo, deve crescer ainda mais nos próximos anos. O prefeito Gilberto Kassab (PSD) regulamentou a lei que libera a construção de mais prédios na via, uma das áreas mais valorizadas da cidade.

Hoje, o metro quadrado na avenida custa cerca de R$ 10 mil. Com a medida, Kassab quer levar mais moradores e empresas para a região. Para isso, o prefeito pode negociar títulos públicos com o setor imobiliário dentro da Operação Urbana Faria Lima. Criada em 1994 pelo ex-prefeito Paulo Maluf (PP) e atualizada em 2004 por Marta Suplicy (PT), ela prevê captar recursos junto à iniciativa privada e investir na região.

Os Cepacs (Certificados de Potencial Adicional de Construção) são vendidos em troca da autorização para a construção de edificações acima dos limites previstos pela lei de zoneamento.

Com os empreendimentos, o governo deve arrecadar R$ 2 bilhões. No último leilão da Operação Urbana Faria Lima, em 25 de maio de 2010, cada Cepac foi comercializado por R$ 4 mil.

A administração municipal irá oferecer 452 mil m² ao mercado imobiliário. Os títulos ofertados são suficientes para construir 24 arranha-céus iguais ao Edifício Altino Arantes, o prédio do Banespa, no centro.

Entre as regiões que podem receber mais prédios estão o reurbanizado largo da Batata, os perímetros das avenidas Faria Lima, Pedroso de Morais, Eusébio Matoso e Frederico Herman Jr., além das avenidas Hélio Pellegrino, Santo Amaro e Bandeirantes.

A autorização para a prefeitura liberar mais prédios na região foi aprovada em dezembro do ano passado na Câmara Municipal.

A medida deve afetar ainda mais o trânsito no Itaim. Em 2010, o bairro ganhou 17 mil novos veículos. Para-choque a para-choque, são 69 km de carros.

Leia o original aqui.

Um comentário:

  1. Hoje na Jovem Pan um articulista deles (se não me engano o José Neumane Pinto)tecia eloquentes elegios a essa iniciativa do Kassab.

    ResponderExcluir