Pesquisar este blog

terça-feira, 15 de maio de 2012

Enquanto as atenções da sociedade se voltam para o embroglio da ocupação da área de preservação permanente de topo do Morro Santa Terezinha, em Santos, objeto de ação por parte do Ministério Público do Urbanismo e Meio Ambiente, vem passando despercebido das autoridades a ocupação irresponsável do sopé desta encosta. Leia abaixo post do blog Cassandra & Cia.

Risco: obra no sopé do Morro Santa Terezinha “esquece” acidente da década de 1990


Preocupada com o que observou numa vistoria no bairro do Marapé, a vereadora Cassandra apresentou requerimento perguntando à Prefeitura se a obra no final da Rua Hércules Florence, no sopé do Morro Santa Terezinha, teve projeto autorizado. É que a edificação está sendo construída no mesmo local em que ocorreu um grave acidente na década de 1990, quando um bloco rochoso que soltou da encosta destruiu uma residência.
A obra pertence ao condomínio Santa Terezinha. No entanto, o funcionário que estava no local no momento da vistoria não informou qual será a utilização da edificação.
Por se tratar de área de risco, Cassandra também quer saber se há laudo técnico que ampare a construção naquele ponto. No requerimento a vereadora ainda solicita todos os processos administrativos sobre a obra, como pedido de aprovação do projeto, laudos e medidas da fiscalização.
Cassandra também solicitou que seja dada ciência do caso aos promotores de Urbanismo e Meio Ambiente do Estado, Daury de Paula Junior e Ana Paula Fernandes da Cruz.


Leia o original aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário