Pesquisar este blog

domingo, 3 de março de 2013

O problema debaixo dos pés

Clique na imagem para ampliar.
A matéria acima trata de uma "solução" para a questão da mobilidade urbana, em Santos, que submerge de tempos em tempos: a construção de estacionamentos subterrâneos, sob as principais praças da cidade.
Sobre o tema já me manifestei diversas vezes, mas não me canso de enfatizar, que a solução para o grave problema da mobilidade, na nossa cidade, passa ao largo da oferta de vagas para estacionamento.
Na verdade, a ampliação da oferta de vagas só atrairá mais trânsito para locais extremamente congestionados, agravando ainda mais a crise de mobilidade e tornando as viagens no transporte coletivo ainda mais demoradas.
Ou seja, para pretensamente aliviar o problema de quem tem automóvel, a "solução" vai piorar a vida de quem não tem.
A recorrente defesa destes estacionamentos por parte de dirigentes lojistas é compreensível. Esta classe empresarial vê na facilidade de estacionamento a garantia de melhores condições de vendas em seus negócios. Pura ilusão. Tivéssemos um transporte público mais eficiente e acessível, o fluxo de consumidores nestas áreas seria ainda maior e mais facilitado. Todos ganhariam com isto.
Na verdade, este tipo de solução, que visa estimular o uso de automóveis é puramente ideológica: a ideologia do automóvel, poderosa e inabalável, apesar das evidências da falência desse modelo de mobilidade, aqui e em todo o mundo.

Um comentário:

  1. Sr Carriço não pude evitar de dar gargalhadas ao vislumbrar aquela arvore de natal fora de época instalada aos pés das palmeiras no inicio da Ana costa junto a praia, "cafona" e de explendido mal gosto é o mínimo que posso dizer a respeito. Arquitetos e Urbanistas de Santos por favor iluminem a mente dos responsáveis por aquilo....

    Ed Araujo, Santos

    ResponderExcluir