Pesquisar este blog

domingo, 29 de janeiro de 2012

São Vicente: a segunda refeição fora de casa mais cara do Brasil


Segundo dados do Índice Alelo de Preço Médio de Refeição 2012, divulgado dia 27/1, almoçar fora de casa ficou 2,54% mais caro, no Brasil, em 2011. No ano passado, o gasto médio para quem fez suas refeições fora do lar foi de R$ 27,46, contra R$ 26,78, em 2010.
Para comparar, o IPCA específico de alimentos e bebidas evoluiu 4,76% entre janeiro e outubro de 2011, enquanto o IPCA geral avançou 5,43%, no mesmo período.
Os dados do estudo foram apurados pelo Instituto Datafolha, em parceria com a Alelo, administradora de cartões. Foram 4.312 estabelecimentos entrevistados, de diversas cidades brasileiras.
A pesquisa foi feita entre 13 de setembro e 19 de outubro de 2011, em estabelecimentos credenciados à rede Visa Vale. A refeição analisada é do almoço, realizada de segunda a sexta-feira.
São Luís, no Maranhão, é a cidade onde se encontra o preço mais caro para almoçar fora de casa. Por lá, o custo médio da refeição foi de R$ 36,21, em 2011. Em Contagem, Minas Gerais, cidade com o menor custo, o preço médio foi de R$ 16,50.
Destaque: São Vicente
Segundo o ranking, a segunda cidade mais cara é São Vicente, com preço médio de R$ 34,91. Na sequência, vem a capital do Rio de Janeiro, com R$ 32,78, Brasília, com R$ 31,77, e Sorocaba, no interior de São Paulo, com R$ 30,54.
A cidade de São Vicente, segunda colocado no ranking, não havia sido analisada em 2010, por não apresentar número de estabelecimentos suficientes para participar da pesquisa. No ano passado, porém, a cidade apresentou um forte aumento no número de estabelecimentos, o que, segundo a fonte, seria reflexo do crescimento do número de habitantes e da chegada de empresas voltadas para o segmento de exploração e petróleo e gás.
Relembro o leitor, que São Vicente roubou o posto de Santos, que na pesquisa do ano passado foi considerada a segunda cidade mais cara para se fazer refeições fora de casa, com o valor médio de R$ 26,34, conforme postei em “Santos o segundo rango mais caro do Brasil”.
É difícil estabelecer uma comparação, pois São Vicente não fazia parte do ranking, em 2011, porém estas pesquisas revelam o quanto é caro o custo de vida na Ilha de São Vicente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário