Pesquisar este blog

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

SAIPEM: Câmara de Santos vai discutir os impactos


Na próxima terça-feira, dia 11/9, às 15 horas, a Comissão Permanente de Assuntos Portuários e Marítimos, da Câmara de Santos, presidida pelo vereador Reinaldo Martins (PT), vai realizar,audiência pública para discutir os potenciais impactos na cidade, causados pelo empreendimento da multinacional SAIPEM.
Este empreendimento, que já abordei nos posts que podem ser lidos aqui e aqui, deve ser instalado no Complexo Industrial Naval de Guarujá (CING).
Foram convidados a participar da audiência representantes de CODESP, CETESB, DERSA, Prefeitura de Santos, Secretaria de Meio Ambiente de Guarujá, Promotoria do Meio Ambiente, IBAMA, Terminal Pesqueiro Público de Santos (TPPS), AGEM, Capitania dos Portos, Praticagem, Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente, Conselho Estadual do Meio Ambiente (CONSEMA), Petrobras, Fórum da Cidadania e da própria SAIPEM.
A empresa fornecerá peças e equipamentos para a exploração de petróleo e gás na Bacia de Santos. Como a legislação de Guarujá impede a movimentação de cargas pesadas na malha urbana, a empresa considera a opção de transportar tubulações fabricadas no interior do Estado pelas vias portuárias de Santos e embarcá-las em balsas que partiriam da Ponta da Praia e alcançariam a unidade situada na outra margem do Estuário, próxima à sede náutica do Clube Internacional de Regatas.
A utilização do TPPS, com a construção de um píer de atracação de balsas, também vem sendo aventada, embora a administração local do equipamento não tenha qualquer notícia acerca disto.
A movimentação dessas cargas seria feita diariamente por meio de 30 a 60 carretas, entre meia noite e 5 horas da manhã. Assim, segundo o vereador, Moradores da Ponta da Praia, prevendo o ruído que o embarque e desembarque noturno de material pesado certamente produzirá, já manifestam preocupação e intenção de recorrer à Justiça para preservar os seus direitos.
Como a audiência do EIA/RIMA do empreendimento, promovida pelo CONSEMA foi realizada sem divulgação satisfatória, apenas em Guarujá, eis enfim uma oportunidade para os santistas conhecerem melhor o empreendimento e manifestarem suas opiniões acerca do mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário