Pesquisar este blog

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Jornal da Cultura apresenta série de reportagens sobre os impactos do pré-sal


O Jornal da Cultura produziu série de reportagens sobre os impactos do pré-sal, no litoral paulista. Nesta primeira reportagem Kazuo Nakano, arquiteto e urbanista coordenador da equipe de urbanismo do Projeto Litoral Sustentável, realizado pelo Instituto Pólis, dá um importante depoimento sobre o tema, afirmando que a questão não é de falta de recursos, mas da capacidade de aplicá-los bem.
Assista o primeiro programa, que foi ao ar no último dia 27, aqui. A reportagem é interessante, pois dá um painel geral dos investimentos em curso, porém exagera um pouco ao dar como certos alguns investimentos que ainda não são realidade.
Ontem, 28/11, o tema foi habitação e mercado imobiliário. A reportagem pode ser assistida aqui. O tema aborda a questão da especulação imobiliária e da segregação social, que são faces da mesma moeda. O morro Santa Maria, que já foi tema deste blog (leia aqui), foi visitado pelo repórter Ricardo Ferraz, que entrevistou o arquiteto e urbanista Rafael Ambrosio, que mais uma vez esclarece o vínculo entre segregação e valorização imobiliária, em um quadro de orientação da política urbana para a valorização das áreas mais bem dotadas de infraestrutura e serviços.
Aliás, Ricardo Sennesum dos comentaristas do jornal, ao abordar o tema, mais uma vez bate na tecla da "falta" de planejamento, no caso de Santos. Ora, Santos é uma das cidades com tradição mais antiga na área de planejamento, no Brasil. Pelo menos desde o final do século XIX há produção de planos para nossa cidade. O problema não é a "falta", mas para quem o planejamento é orientado, ou seja, para as elites.
Na edição de hoje, que vai ao ar a partir das 21 horas, este blogueiro dará seu depoimento sobre saneamento, apontando o vínculo entre a falta rede de esgotos e risco geológico. Espero que meu depoimento vá ao ar na íntegra.
Convido leitores e leitoras a assistir.  

Confira mais informações sobre o Projeto Litoral Sustentável aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário